quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

[RESENHA] VENENO - Sarah Pinborouch




Título: Veneno
Título Original: Poison
Série: Saga Encantadas - Livro: 1
Autora: Sarah Pinborouch 
Editora: Única
Páginas: 224
Ano: 2013
Nota: 4/5


           Enfim, a primeira trilogia do ano. Encontrei esse box super baratinho e como sou uma consumista que ama economizar não puder deixar de comprar. Já tinha ouvido bastante gente falar da saga, uns amaram porém outros nem tanto. Imimaginava que seria uma pegada diferente, inovadora e contagiante mas confesso que esperava muito mais. 




        Veneno conta a história de Branca de Neve, aquela que já estamos carecas de ouvir rsrs eu esperava uma Rainha Má não tão má assim, que tivesse sua história recontada e explicada, que houvesse uma razão para toda maldade que a levou por esse caminho, mas não é exatamente isso que acontece. 
         Lilith é jovem e carrega dentro de si toda amargura do passado, obrigada a casar com um viúvo rei que causa nela repulsa. Agora é madrasta de Branca de Neve, a alma mais pura e mais bela de todo reino, um tanto rebelde e mal criada que não liga para suas obrigações de princesa. 




        Não entendi muito bem qual a real maldade da Rainha, ela tem apenas uma enorme inveja da Branca, odiando tudo que ela faz e por sua liberdade. Sua beleza é tão grande quanto a de branca mas ela é cegada pela raiva e pela inveja. 
          Lilith resolve se livrar de Branca, da uma enorme festa em seu aniversário para que príncipes venham conhecer a linda princesa resultando em casamento e assim branca iria embora.
          Branca não é uma personagem cativante, faz o que quiser, tem uma bondade mas que parece forçada, e é um tanto quando impulsiva.



          
          Os anões não são inseridos apenas no final, eles são trabalhadores fiéis e amigos da Branca, sempre alegres e entoam canções a todo momento.
          Cansada de aturar branca a rainha contrata um caçador para mata-la, arrancar seu coração e o entregar, porém esse caçador não consegue fazer isso e a deixa fugir.
         O esconderijo de branca é na casa do anões, tudo vai bem até a Rainha descobrir a mentira, assim o novo plano é envenar branca, e só o amor verdadeiro pode quebrar. 
         Um ponto bastante legal é a ligação entre as histórias, tem a aparição do Aladi, e a Vó da rainha é a bruxa de João e Maria, nesse momento podemos ver que tudo é interligado.




          Os anões salvam um príncipe que estava sozinho na floresta e ele passa os dias vendo branca paralisada em sua maldição, o amor começa a nascer e o que ele mais deseja é que ela viva para se casar. 
          A rainha começa a procurar por branca o que deixa os anões com medo e fazem o príncipe fugir com ela para protege-la. No meio do caminho o caixão de vidro cai e branca acorda, ela ficou dormindo devido a um pedaço de maçã que ficou intalafo em sua garganta.
          O final é realmente surpreendente, não da para esperar o mal de alguém que passa tanto tempo o bem, o desejado final feliz não acontece aqui.
         No geral a história poderia ser mais elaborada, passou muito tempo cantando a história que já conhecemos, porém sem fervor. 




Frase de interpretação 
"Nem tudo é o que parece.
Nem tudo é exatamente como nós contam.
Nem tudo é assim, perfeito"

2 comentários:

  1. Oiii Cin, amei a resenha, você explica muito bem a história, confesso que não tinha vontade de ler essa trilogia, já vi muito comentarios negativos e ainda não sei se quero ler, apesar de amar a verdadeira história da Branca de Neve.
    Amei suas fotos...

    Beijinhos
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Leisi linda!
      Eu comprei pois estava baratinho, mas ouvi muitos comentários negativos também.
      Esse livro é realmente bem fraquinhos mas o próximo é muito bom, eu recomendo.

      Beijinhos :*

      Excluir

Seja coerente