segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

[RESENHA] INTERGALÁCTICA - F. P. Trotta




Titulo: Intergaláctica
Série: Livro: 1
Autor: F. P. Trotta
Editora: Livros Ilimitados
Páginas: 278
Ano: 2015
Nota: 4/5


          Ano novo chegou arrasando, apesar de um pouco atrasadinha, enfim terminei minha primeira leitura, e para ser mais gratificante é uma parceria com o autor F. P. Trotta que foi super atencioso e disposto em nossa conversa. Eu recebi o ebook e assim que pude o devorei, fui jogada em um mondo literário totalmente diferente do que sou acostumada a ler. 
          Aos interessados entrem em contato com o autor ;)





          No ano de 2009 conhecemos a pequena Amanda que vive com seu pai Wosvald e sua babá Shirley. Com um avanço no tempo Amanda é impulsionada pela curiosidade e vai até o misterioso laboratório de seu pai, e lá descobre coisas horríveis que a marcam para sempre. O que a levou a fugir com Shirley o mais distante possível de seu pai. 
          Em 2031 Amanda acorda de um coma profundo causado por uma meningite aguda, o que causou um emaranhado de sonhos lindos que a transmitiam paz, porém foi difícil explicar a exatidão do sonhos para seus amigos Stryker e Riplay, que logo contaram da viagem financiada pela Firma, em direção a Europa, uma das luas satélites de Júpiter, com o objetivo de encontrar vida extraterrestre. Assim Amanda associa a Firma com seu pai, pois o dono de tudo é ele, então resolve investigar. 




        Lina é inserida na história nesse momento, e Amanda logo se sente ligada a essa mulher forte. Wosvald faz com que os amigos fiquem foragidos pela polícia e assim o único plano por segurança seja trabalhar para ele, porém o real objetivo é descobrir mais sobre os planos dele com essa viajem e destruir tudo. 
         Apesar de trabalharem em segredo um dia Wosvald descobre tudo e colocam todos em coma por mais 10 anos.
         Depois de todo esse temo eles são acordados por alguns funcionarios de Wosvald que estão revoltados com o que ele está fazendo e querem lutar ao lado de Amanda para destruir toda maldade que Wosvald está prestar a cometer, e é nessa correria que eles são mandados para outro planeta, ao chegarem lá são logo surpreendidos por seres muito parecidos com humanos e que conseguem se comunicar perfeitamente.


"Você está tentando ver racionalmente algo irracional. O mundo não é tão preto no branco assim. Seu ponto de vista clínico sobre tudo vai acabar sendo sua ruína. Por mais que a ciência tenha avançada, nos ainda estamos no escuro quando se fala sobre os mistérios da vida e não há alma humana nesse planeta que possa dizer exatamente o que acontece depois que morremos."


        A partir desse ponto qualquer palavrinha pode virar spoiler então vou me limitar em breves informações. 
         Amanda e seus amigos descobrem nesse novo planeta todo tipo de ser imaginado, diferente, amigáveis e ruins. Tecnologias avançadas, e tanta coisa inimagináveis, há tantas formas de amizade e compreensão. Eles precisam ainda enfrentar Wosvald e seu plano maligno, o que os levam a lutar ainda mais por mais objetivos.


"Mas também é verdade que a maioria dos comediantes são os mais deprimidos."


         O final é de tirar o fôlego, apesar de eu ter pegado algumas pistas que me deixaram com a pulga atrás da orelha com alguns personagens, o que lemos no final é de surpreender.
          A história toda é muito corrida, enquanto estamos assimilando um assunto logo vem outro e tudo muda, o tempo passa muito rápido também. Mas nada disso tira a vontade e sim nos deixa com mais curiosidade de chegar ao fim.
        Não fui muito com a cara da protagonista, me passou uma imagem de pessoa mandona e dona da razão, toda hora repreendia seus amigos e a sua decisão e opinião era a certa e deveria ser tratada como lei.


Frase de Interpretação
        " O nosso mundinho é tão pequeno e limitado, as vezes nos fechamos e não vamos além. Além daqui deve estar cheio de aventuras e novidades, cabe a nós descobri-las."

4 comentários:

  1. Olá :)
    Estou louca para ler esse livro, também não gosto de personagens que se acham e querem mandar em tudo e em todos, mas a trama parece ser demais, adorei a resenha!

    Beijos,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá :3
      Leia quando puder, é uma história surpreendente.
      A Amanda é muita sabichona, chega a dar dó dos amigos dela.

      Beijinho :*

      Excluir
  2. Olá!
    Que legal ver a literatura brasileira ganhando mais um lindo livro!
    Adoro ficção, com certeza vou por esse na minha listinha. Não gosto muito de protagonista petulante também, mas é bom pra gente sair da zona de conforto!
    E que bela frase de interpretação
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, Kaio :3
      Com certeza essa leitura vale a pena, uma história diferente e inovadora.
      A protagonista é bem mandona, isso me irritou um pouco. Dava dó dos amigos dela.
      Obrigada ><

      Beijinho :*

      Excluir

Seja coerente