sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

[RESENHA] ANNA E O BEIJO FRANCÊS - Stephanie Perkins




Título: Anna e o Beijo Francês
Título Original: Anna and the French Kiss
Autora: Stephanie Perkins 
Editora: Novo Conceito 
Páginas: 288
Ano: 2014
Nota: 5/5



          A aquisição desse livro foi por meio de um sorteio no instagram que participei e (pela primeira vez) ganhei. Ganhei outros mimos super fofos também. 
          Já tinha ouvido muita gente falar bem da história, porém nunca me interessei em comprá-lo, mas como agora o tinha, decidi devora-lo.
          Não imaginava que iria gostar tanto do livro, já comecei achando que seria mais uma história de amor meia boca, porém com o desenrolar fui me apegando aos personagens, aos momentos e acontecimentos, resultado: não podia largar o livro.




         A história começa com a jovem norte-americana Anna Oliphant chegando na França  sua nova cidade. Anna é uma menina normal, apaixonada por cinema e pelas simplicidades da vida. Tem uma amiga especial, Bridgette que fala tudo na lata, e seu romance Toph lindo e maravilhoso. Seus pais se divorciaram logo depois que seu irmão Sean nasceu. 
          A vida está ótima, ela vai cursar o último ano do ensino médio, porém seu pai, um escritor famoso, faz com que ela vá para um colégio interno em Paris.
          Para ela é muito revoltante ter que deixar sua vida estável, e ir para algo completamente diferente, ela não sabe a língua direito e se sente abandonada já que sua mãe não se opôs a essa decisão. 




          Logo depois de seus pais irem embora, Anna acaba conhecendo Meredith, ela logo se encanta por sua maneira alegre e divertida. Meredith conta sobre o colégio, os alunos e como a vida se torna legal.
           Anna acaba se enturmando com os amigos de Meredith, Josh e Rashimi que são um casal, e Etienne St. Clair. Anna se atrai por St. Clair, por seu modo largado e mesmo assim lindo, porém ele tem uma namorada que se formou no ano passado. Eles então se restringem apenas a amizade.
          Os dias vão passando e Anna tem que viver com a saudade de casa e dos amigos, de sua paixão mal resolvida, porém com seus novos amigos as coisas andam melhores. É evidente a proximidade de Anna e St. Clair.




          É tão maravilhosa a escrita da autora, me peguei rindo diversas vezes, e me via constantemente com os pensamentos de Anna. É muito fácil ver aquela primeira paixão, onde nada da certo. 
           A relação entre os dois só aumenta, Anna vai descobrindo seus sentimentos verdadeiramente mas tenta não avançar demais, não falar demais. St. Clair é tão lindo e desejável, da para perceber muitas vezes o interesse que ele sente por ela, porém mesmo assim continua namorando.
           Há tantos desencontros entre os dois, desentendimentos e confusões, o que os une e acaba afastando. A relação que era amizade vai crescendo e mudando, porém nenhum quer assumir e enfrentar.




          Enfim, lar é definitivamente uma pessoa. Podemos estar em algum lugar totalmente irreconhecível, mas se tivermos alguém especial ao nosso lado é fácil continuar lá.
          Anna sofre com a mudança, porém depois de sofrer vem as coisas boas como amizade, viagens, conhecimentos, momentos, lembranças, amor e todo o resto se torna bom.




Frase de interpretação  

"Algo que parece tão ruim, no fim trás tantas alegrias. Esperar pelo momento certo é esquecer os sentimentos pode não servo certo. SE ARRISQUE!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente