quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

[RESENHA] BALA, PERDIDA? - Mauro Cesar Bruginski Camargo



Título: Bala, Perdida?
Autor: Mauro Cesar Bruginski Camargo
Editora: Hemisfério Sul
Páginas: 267
Ano: 2001
Nota: 5/5


          Mais uma leitura nacional, e essa foi de tirar o fôlego. Com a leitura rápida e fluida li rapidamente em um dia, não conseguia largar dessa trama envolvente e cheia de ação.
           A aquisição foi também sem eu saber sobre a história, comprei por achar super barato, mas ele entrou na categoria daqueles que acabam surpreendendo demais. 



          André é um desafortunado que nasceu e foi criado na favela no meio da grande violenta cidade de São Paulo, porém sempre teve muita educação de sua mãe Ana Maria já sofrerá com seu pai e sei marido, que foi morto em um estranho assalto há muitos anos. André sempre foi muito centrado e ajuizado, abominava qualquer tipo de droga e queria seguir sua vida nos estudos, intercalando pequenos serviços como office-boy e garçom.
          Mas as coisas estavam prestes a mudar, quando Krika jovem morena e deslumbrando que roubou o coração de André conta da bolsa da FIBE, um programa que financiava os estudos no exterior. 
         Ele decide se inscrever nesse programa já que seus amigos também se incrementam, porém ele acaba sendo rejeitado e seus amigos passam.




          Krika tem um relacionamento com o rico e misterioso médico Eduardo, o que deixa André mais triste e afastado, porém eles acabam ficando junto em segredo.
          André fica confuso com as mudanças de humor de Krika, que em alguns momentos mostra interesse mas em outros se afasta. 
          Em uma noite Bartô convida André para ir em uma festa e encontram Krika e Ursa, namorada de Bartô. Depois de um tempo conversando acontece um tiroteio, eles saem ilesos porém abalados, e é nesse momento que neles encontram Mateus, irmão de André que havia sumido por dez anos.
        Sem ter onde ficarem todos vão ao apartamento do namorado de Krika pois é onde ela estava ficando enquanto ele viajava. No meio da noite André entra na sala secreta que tinha visto com Krika na noite anterior, encontra muitos papéis estranhos relacionados com a FIBE.



          Depois desse episódios Krika some por uns dias o que deixa André preocupado, quando ela reaparece falando que eles estavam com problemas e que precisavam fugir, alguns homens saem de uma van e o levam para ser morto, mas quando o homem que o iria matar tira o capuz algo estranho acontece.
          Todos ficam preocupado com o sumiço de André, e é assim que Bartô entra para valer na procura de seu amigo, acaba se envolvendo em um acidente é assim que conhece Jeremias, repórter investigativo que o convida a ficar no ape e começa a ajudar no desaparecimento de seu amigo. 
          Com os dois se conhecendo mais e trabalhando juntos conseguem recuperar André, mas com a regra dele se manter afastado de vista de todos. Porém depois de tudo eles querem saber mais, quais as ligações entre todas as mortes e desaparecimentos e continuam a investigação. 


            Não da para acreditar que é somente uma história, toda criminalidade contida, junto com a brutalidade e o uso errado do poder. Mortes são encobertas por pessoas importantes só para saciar a riqueza. FIBE era apenas uma faixada para escolherem as pessoas que não tinham ligações com a família, e aos poucos e discretamente elas iam morrendo e se tornavam doaras de órgão, e essa organização ganhava mais dinheiro. 
          Os pequenos, os pobres e indefesos mesmo com tantas informações tentam juntar provas para entregarem as pessoas certas, mas mesmo assim é difícil encontrar alguém limpa no meio de tudo isso, em todo canto tem alguém sujo ganhando dinheiro com o tráfico.
          A brandidagem antes era dos pobres, hoje nasce nos corações pobres que muitas vezes estão com as pessoas de alto escalão.



Frase de interpretação
          "A vida vai bem
             Mascarada e enfeitada
             A vida vai bem
             Até você encontrar as pessoas erradas
             E tudo se complicar
             A vida complica
             Quando os segredos são descobertos."

Um comentário:

Seja coerente