terça-feira, 27 de outubro de 2015

[RESENHA] DE REPENTE, O AMOR - Susan Fox


Título: De Repente, O Amor
Título Original: Love, unexpectedly
Série: De Repente - Livro 1
Autor: Susan Fox
Editora: Única 
Ano: 2013
Páginas: 368
Nota: 4/5


      Eu comprei essa saga sem saber nadica de nada sobre ela. Aproveitei uma promoção na Américanas, e como adoro comprar livros baratinhos acabei os adquirindo por apenas 19,00 reais. Também tenho o hábito de começar a ler sem ver resenhas e sinopses, adoro ser surpreendida. 
      Antes de começar a ler fui pesquisar um pouco sobre a história e acabei descobrindo que para fora a ordem dos livros é alterada, começando a contar da irmã mais velha, sendo que aqui começa com a história de Kat, a segunda filha.
      O nome da série e dos livros individuais também foram drasticamente mudados, o porque eu não descobri, mas não parece que interfere tanto assim nas histórias. 





     A história começa com katherine Fallon, mais conhecida como Kat, recebendo o convite de casamento de sua irmã Marilee. Kat fica transtornada pois ela com seus 31 anos deseja tanto se casar e construir família porém até o momento não conseguiu nada e sua irmã, nove anos mais nova já vai se casar.
      Kat é uma mulher madura porém tem aquele clássico dedo pobre para relacionamentos, entra de cabeça em cada um, se entrega e se apaixonada perdidamente e quando eles consequentemente chegam ao fim ela se vê desesperada e destruída. Sempre ligou muito para as aparências no sexo oposto, o que lhe chama a atenção tem que estar relacionado com o clamour e poder, porém esse erro de julgamento não é totalmente sua culpa, pois ela desde pequena foi instruída por seus pais a fazer as escolhas de acordo com o "melhor" para o futuro. E quando se cresce em uma atmosfera assim, você acaba sendo precionada a pensar desse modo. No setor profissional é centrada, uma ótima diretora de relações públicas no hotel-butique Le Cachet por onde tem um prazer enorme de trabalhar. 
      Naveen Bharani, mais conhecido como Nav é o melhor amigo e vizinho de Kat. Não liga nenhum pouco para aparências, no estilo barbudo e cabelo comprido, com seu corpo torneado e bronzeado que só quer aproveitar o melhor da vida nas pequenas coisas. Foi por esse motivo que ele abandonou os objetivos da família de cuidar da empresa para ele designado e seguiu seus sonhos. Fotógrafo no início da carreira. Nav é apaixonado por sua amiga desde que a conheceu, porém  logo no início kat mostrou interesse somente na amizade, e Nav se mantém distante para respeitar essa escolha. 
      Ambos entravam em relacionamentos e acabavam saindo, e a amizade entre os dois só foi aumentando. Passavam todos os dias juntos, um dependia do outro, um encontrava no outro a alegria que faltava.




    
     Kat com receio de aparecer sozinha no casamento, já imaginando os comentários que sua família faria, acaba convidando Nav para ser seu acompanhante, fala sobre a programação de ir com 3 semanas de antecedência e do prazer de viajar de trem, a possibilidade de conhecer pessoas novas e de se aventurar
      Nav vê nesse convite uma ótima oportunidade para conquista-la, fazer dessa viagem uma mudança em sua vida, depois de tanto tempo ele tem esperança que kat finalmente se apaixone por ele. Nesse momento acontece uma mudança radical. 
     Kat não espera muito da viagem, está programada para fazer algumas coisas para a festa e quando acabava conhecendo um desconhecido no trem, no estilo sedução fatal fica desnorteada. Com o cabelo preso e rosto totalmente barbeado, com roupas de grife e muito bem cortadas ela se vê atraída por esse homem, porém há algo nele que ela acha conhecido. 
    Pitrom acaba se apresentando, e em uma conversa amistosa e cheia de sedução, deixa kat louca por algo mais, porém em um momento da conversa ela acaba descobrindo que esse misterioso e irresistível homem é seu amigo Nav com uma proposta maluca. Que eles poderiam ter algo, pois ele era um desconhecido para ela e isso só iria durar o tempo da viagem, sem afetar a amizade dos dois. Kat se vê indecisa, é claro que ela se sentiu extremamente atraída por esse homem diferente, mas ele também é seu amigo e ela não quer estragar o que eles tem. Mas acaba aceitando o desafio, impondo que o que eles fariam realmente não ia mudar nada. 
      Eles acabam passando a noite juntos em um hotel, e no outro dia novamente no trem kat conhece Dhiraj, outro homem sedutor, com algumas diferenças de Pitrom porém o mesmo Nav e com o mesmo jogo. 
      São dois dias de intensa sedução, enquanto Nav faz de tudo para conquistar kat de um jeito diferente ele interpreta novos personagens porém cada um tem detalhes verdadeiros sobre ele que kat ainda não sabe. Cada um vai conhecendo mais sobre o outro, coisas que antes eles não viam necessidade de falar. O sexo é ardente e tudo o que kat deseja.
     No fim há o questionamento do que está acontecendo, a revelações de sentimentos ocultos e a escolha de como seguir a partir das ações que fizeram. 






      A leitura foi muito gostosa, adoro esses livros que não são grandes e nem versão pockt, que são meio termos e com letra razoáveis, eu li em dois dias e com lêveda.
     O ponto importante desse livro é a amizade e o amor, ao decorrer do livros são vários as conversas e questionamentos de como é o amor de verdade, como saber diferenciar a paixão ardente do sentimento verdadeiro. Kat nunca se apaixonou de verdade, ela gostava da sensação de sentir e quando ficava sozinha ela queria ter essa sensação de novo e não o parceiro que ela perdeu. Nosso lindo e querido Nav faz ela perceber esses sentimentos ao decorrer da sedução, ele é um personagem tão bonito e sentimental, que faz de tudo para kat ver como o amor dele é. 
     Kat é aquela clássica me sinto sempre para baixo e não mereço muito, mereço apenas as coisas medianas. Me vi muito nela nesses momentos, pois é fácil não nos achar capaz de algo, porém sempre vai ter alguém que acredita na gente e vai nos amar do jeito que somos. 






     As cenas de sexo são bem descritas e detalhadas, a autora soube como pesar os momentos de ação e de romance, não é nada que vá deixar o livro ruim ou pesado,  se você gosta desse tipo hot talvez lhe agrade. 






Frase de interpretação 
      " Eu busquei por tanto tempo o amor no erro, que não via o caminho certo que estava ao meu lado. Foi como uma brincadeira, a melhor, que eu acabei o descobrindo. E hoje é o que eu mais quero e preciso"

4 comentários:

  1. Ameiiii a resenha amiga!
    Já tinha ouvido falar dessa série, mas não conhecia a história! Fiquei curiosa para ler, adoro livros desse tipo de gênero, e você descreveu tão bem a trama de me deixou com vontade de comprar esse livro!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Annnnw obrigada, minha linda. Pensei em você mesmo com esse livro, é parecido com o Amor Não Tem Leis e sei que você gosto. Recomendo a leitura, é bem fofo.

      Excluir
  2. Oi Cin!
    Adorei as fotos que vc adicionou do livro... ficou uma graça! Quanto a resenha...super bem escrita e cheia de sentimentos...deu vontade de correr add o livro na minha lista de desejos! ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obriiiiii, bru predileta <3
      Adoro tirar foto dos livros, e as frases dai tão bonitas e inspiradora.
      Quando der leia, é um livro nem levo e fofo.

      Excluir

Seja coerente