segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Fins

A todo instante enfrentamos fins
A todo momento 
Ele chega 
Para nos deixar ruins.

Há o fim do filme favorito
Do sorvete esquecido
No pecado absolvido 
Do sonho perdido.

Encontramos o fim da vela
Da tristeza
Da vida bela
Da riqueza.

Ha um fim para a vontade
De viver a vida
Um fim para a esperança 
De que seremos felizes. 

Todo dia enfrentamos fins 
Para renascer outro começo 
Que nos faça lutar 
O próximo fim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente