sexta-feira, 13 de março de 2015

Não sei escrever sobre felicidade


É engraçado como somos melhores com as palavras quando estamos tristes. A tristeza proporciona uma dor física, sentimental e existencial e com todos esses pesares somos capazes de transforma-los em palavras.
É tão fácil escrever sobre a solidão e o abandono, o quanto machuca presencia-las.
Sentir a dor é muito mais que nos embalar na angustia, é a possibilidade de extravasar escrevendo tudo o que ela nos faz e também a capacidade de atingir outras pessoas.
Por outro lado, é tão difícil escrever sobre a felicidade. A excitação e a alegria são os atos mais elevados que podemos atingir, e quando as encontramos ficamos sem palavras. Há sim palavras, mas elas não são capazes de captar com precisão aquela imensa felicidade que sentimos em determinado momento.
O fato é que somos seres sofredores, criamos uma enorme atração pela tristeza e sabemos muito bem como ampará-la. Da felicidade somos apenas conhecidos, ela não tem um porque ou uma explicação, ela é indescritível, só pode ser sentida.

3 comentários:

  1. Que perfeito esse texto Cintya! Na verdade acheio todos os textos perfeitos. Parabéns. Vc escreve muito bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leisi linda, são só algumas palavras ><

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Seja coerente