quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Escolhas

         Fazer escolhas sempre envolve se entregar ao medo. Talvez algo que poderia ter dado certo teve resultado contrario por luxo de outrem, na maioria das vezes.
         As situações se agravam quando suas escolhas são movidas por motivos maiores... imposições, obrigações e deveres. Desistir disso implica muitos problemas e confusão.
         Como escapar desse fardo que é nos dado sem causar desestabilidade?  como voltar ao ponto em que escolhas eram coisas simples e que não nos afetariam? como fugir da responsabilidade das escolhas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente