sábado, 23 de novembro de 2013

É para você

      Como quem anda despercebido em uma rua qualquer e acha algo valioso no chão, algo que alegra e deixa o dia melhor. Você foi minha sorte grande, meu achado precioso mas que vale por muito tempo
     Como a vida se tornou agradável, sem aqueles antigos temores, você me faz querer passar todas as barreiras impostas pelo mundo.
      Nesse mundinho antigamente medonho e sem jeito que vivia, você chegou e destruiu tudo e reconstruirmos junto um lugar melhor.
     No embalo da melodia dos bons sentimentos quero poder passa-los todos ao seu lado. Sempre e sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente