sábado, 9 de fevereiro de 2013

Apanhando da vida

     Mas a vida tem mesmo dessa, lhe passa uma rasteira e quando vai ajuda-la a levantar a empurra mais uma vez e se for possível, de um penhasco.
     Depois de enfrentar um grande problema as coisas parecem que vão se ajeitar, tomar o seu lugar, ai vem a surpresa, era apenas uma ilusão para causar um risinho bobo e rápido, acontece algo para lhe assustar e temer sempre quando as coisas estiverem indo bem.
       Ela apenas esperava sem muito entusiasmo ou vontade, se fosse para ser iria ser de qualquer maneira, ela tinha medo era de perder tempo esperando pela coisa errada, ela odiava o passado e repudiava o futuro, ambos lhe passavam a sensação de insatisfação, o único que agradava era o presente, que em questão era aquele em que não tinha o domínio, deveria seguir regras e obrigações de outrem, sua vontade era de pular todas. Em quanto o tempo passava a vida lhe surrava e ela seguia engolindo toda a dor para sentir o sabor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente