sábado, 8 de dezembro de 2012

Não venha

        Já nem sei mais o que é real, cada vez você vem e confunde-me mais e vai embora sem a menor preocupação, e que o entender fique só por minha conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente