sábado, 8 de dezembro de 2012

Em um sábado qualquer

          Sábado ela acorda atrasada, atrasada para  o que?  ficar mais tempo sem fazer nada alem de pensar e refletir sobre a vida ou alguém, em seu quarto em sua cama com seus livros, a bagunça do quarto reflete a bagunça em sua vida. As roupas todas reviradas jogadas pelas comodas e sofas, a televidão ligada no mudo só para não se sentir sozinha, musicas para tentar amenizar o clima de comodismo, celular sem bateria jogado em outro canto. Quando abre as janelas e a luz do sol entra e erradia o lugar e ela, sente se renovada e opta por arrumar toda essa confusão, não que depois de tudo arrumado os problemas com a sua vida também são resolvidos é só que ela gosta de um lugar calmo, leve e limpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja coerente